UESB: Educação, história e cultura indígena são debatidos no “Vitrine”

Vitrine-Ensino-Indígena-site

Em 2018, a Lei que tornou obrigatória o ensino de cultura e história indígena nas escolas do Ensino Básico completou 10 anos. Mas como isso vem acontecendo nas escolas? Quais as melhores estratégias para, de fato, promover o ensino de questões que fazem parte da formação identitária brasileira?

No Programa Vitrine, o professor Danilo César Pinto, do Departamento de Ciências Humanas e Letras (DCHL) da Uesb, revela um diagnóstico da implantação da Lei 11.645/08 ao longo dos últimos anos. Além disso, Danilo apresenta estratégias pensadas e desenvolvidas para formação de professores nessa área, indicações de materiais audiovisuais sobre a temática e uma análise sociológica da forma como o Brasil se percebe enquanto povo.

“O Brasil desconhece o Brasil. Se a gente for pensar sobre as sociedades indígenas, isso é muito mais claro, porque acostumamos a construir uma imagem estereotipadas do indígena no passado, nunca tratando dessas populações no presente”, analisa Danilo.

A entrevista completa você pode conferir abaixo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *