Itapetinguense é assassinado em Nova Serrana enquanto trabalhava

Screenshot_2019-02-07-08-51-37-1

Na noite de ontem, quarta-feira, dia 06 de fevereiro um latrocínio (roubo seguido de morte) foi registrado em Nova Serrana, quando um motorista de aplicativo foi esfaqueado após ser assaltadodurante uma corrida.

Segundo as informações da Polícia Militar (PM), por volta das 21h30, os militares compareceram na Avenida Coronel Pacifico Pinto da Fonseca, no bairro Fausto Pinto da Fonseca ( Cafezal) após ter sido acionado pela vítima o motorista de aplicativo, Tiago Silva Santos, com idade de 33 anos.

No local os militares encontraram a vítima esfaqueada com um golpe de faca no pescoço, porém ainda consciente. A vítima foi socorrida e encaminhada a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Nova Serrana.

Segundo os militares, Tiago relatou que trabalhava com aplicativo e estava realizando um “corrida” para o autor, identificado posteriormente com L.C.P de 31 anos, e que durante o percurso o autor sacou uma faca, anunciou o assalto, desferiu um golpe em seu pescoço.

Segundo a vítima no assalto o autor subtraiu o veiculo Fiat/Uno de cor cinza, placa PXT1621, anos 2015, três telefones celulares e dinheiro da vitima, evadindo posteriormente tomando sentido da “favelinha Santa Maria”.

Durante a madrugada em parcial da ocorrência os militares chegaram a informar que a vítima foi socorrida e estava estável, contudo durante o atendimento medico seu quadro de saúde se agravou e infelizmente Tiago veio a óbito.

A PM não poupou esforços e durante rastreamento o suspeito foi preso sendo o veiculo e o material subtraído recuperado e a arma do crime apreendida.

A PM investiga como latrocínio, porém existem outras linhas de investigação que podem caracterizar o crime como passional e até mesmo vingança.

Conforme consta na ocorrência o suspeito relatou aos militares que premeditou o crime, e que foi motivado por uma desavença entre eles por ambos terem um relacionamento com uma mesma mulher.

Já de acordo com informações colhidas com profissionais da classe, aparentemente o suspeito teria uma desavença profissional com a vítima. Segundo relataram ambos trabalhavam como motorista no aplicativo, mas a pedido de Tiago o autor teria sido dispensado o que para os profissionais que trabalham com transporte de passageiros pode ter sido a real motivação para o crime.

Colegas de trabalho lamentam o ocorrido

Esta redação recebeu ainda uma mensagem do presidente do Sindicato dos Taxistas, Elias Alves Nunes, que salientou que apesar da vítima não mais atuar como um taxista, e sim motorista particular de aplicativo, toda a classe lamenta o ocorrido e se solidariza com os familiares.

Segundo Elias, Tiago deixou de ser taxista a cerca de três meses para trabalhar como motorista de aplicativo, contudo ainda assim era querido pelos taxistas, pois era uma pessoa tranquila, alegre e que sempre fazia com que todos ao seu redor sorrissem. “Ele era uma pessoa muito gente boa, era um dos melhores que tínhamos aqui e vai deixar saudade”, finalizou o presidente do sindicato dos taxistas, Elias Alves Nunes.

*Do Blog Popular NS

Screenshot_2019-02-07-08-51-37-1

Tiago Silva Santos é natural de Itapetinga, e estava residindo em Nova Serrana onde trabalhava como motorista de aplicativo (UBER).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *