Conquista: Assassinada no Miro, itapetinguense Raphaela Souza era uma das principais militantes LGBT na cidade; veja vídeo

13510916_903711216405794_5581746591132085669_n

A jovem itapetinguense Raphaela Souza foi assassinada a tiros na noite de ontem (quarta-feira) no Bairro Miro Cairo, em Conquista. O crime brutal chamou a atenção e deixou uma classe enlutada. Raphaela era uma das principais militantes LGBT [ Lésbicas, Gays, Bissexuais,Travestis, Transexuais ou Transgêneros] na capital do Sudoeste baiano, tendo atuado na coordenação na Prefeitura Municipal, na gestão do ex-prefeito Guilherme Menezes.

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra a ex-moradora do Bairro Camacã (Raphaela) lutando, como sempre fazia contra o grande número de homicídios e crimes contra travestis na Bahia e no Brasil. Fonte: Blog do Rodrigo Ferraz

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *